Consórcio Transcarioca entra em recuperação judicial

4 de outubro de 2021

Compartilhe:

Consórcio Transcarioca irá entrar em recuperação judicial. Divulgação

Ao longo do mês de setembro, também entraram em recuperação judicial os consórcios Intersul e Santa Cruz

Rio – O Tribunal de Justiça do Rio deferiu entrada do terceiro consórcio carioca de ônibus ao regime de Recuperação Judicial nesta segunda-feira. Responsável pelo carregamento de 22% dos passageiros de ônibus da cidade, o Transcarioca representa as linhas que circulam na região de Jacarepaguá, Barra da Tijuca e Recreio.

Com a decisão, 3/4 dos consórcios passam a operar através do recurso legal para evitar encerramento das atividades, o que deixaria a maior parte dos passageiros do Rio de Janeiro sem linhas de ônibus.

Ao longo do mês de setembro, também entraram em recuperação judicial os consórcios Intersul e Santa Cruz. Nos últimos dias, a 11ª das 29 empresas em operação na cidade também aderiu ao sistema, evitando fechamento das portas.

Desde março de 2020, as empresas de ônibus cariocas acumulam déficit financeiro de R$2 bilhões. Já foram fechadas 16 empresas, além da demissão de 21 mil profissionais rodoviários.

Os pedidos de Recuperação Judicial têm como base três aspectos amplamente sinalizados pelo setor ao poder público: cenário de crise econômica severamente agravada pela pandemia, com redução de 50% no número de passageiros pagantes; quase três anos de tarifas congeladas; além da queda das Centralizações Trabalhistas, o que resulta na iminente execução de processos que totalizam mais de R$500 milhões.

“É cada vez mais crítica a realidade do setor. As recuperações judiciais têm sido o último recurso encontrado para manter a operação. Estamos próximos ao período de pagamento de décimo terceiro salário. Como fazem as empresas para pagar, se estão em situação de Recuperação Judicial, sem demanda de passageiros, com combustível aumentando sucessivamente?”, alerta o porta-voz do Rio Ônibus, Paulo Valente.

Publicação original: O Dia